Notícias

NOTÍCIAS

Na Comissão de Esporte da Câmara, secretário Décio Brasil participa de debate sobre Copa América 2019

publicado: 21/05/2019 17h12, última modificação: 02/12/2019 18h48

O secretário especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Décio Brasil, participou nesta terça-feira (21.05) de audiência pública na Comissão de Esporte da Câmara dos Deputados sobre a preparação e a organização da Copa América de Futebol 2019, que será disputada no Brasil. Com a participação de 12 seleções, o evento será promovido entre 14 de junho e 7 de julho. A abertura está marcada para o Estádio do Morumbi, em São Paulo, e a final, para o Maracanã, no Rio de Janeiro.

“A participação do governo federal será na área de segurança, com o Ministério da Justiça, com seus órgãos subordinados ao setor. Não houve interferência do governo na organização da competição. O comitê organizador teve autonomia para realizar as ações necessárias à promoção do evento”, explicou Décio Brasil.

Requerida pelo deputado federal Fábio Mitidieri, a reunião contou também com a presença de Daniel Marques, chefe de gabinete da Secretaria Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo do Ministério do Turismo; de Agberto Guimarães, diretor de Operações do Comitê Organizador Local da Copa América Brasil 2019; e de Thiago Januzzi, gerente-geral de Competições do Comitê Organizador Local.

“Temos um evento 100% financiado com recursos privados, oriundos de direitos de imagens e de patrocínios arrecadados pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol). Somos uma empresa com o fim específico de organizar o evento. Somos um braço de uma organização, e o dono do evento é a Conmebol”, explicou Agberto Guimarães.

Segundo o comitê organizador, cerca de 450 mil ingressos já foram vendidos. Cinco partidas estão esgotadas, entre elas os três jogos do Brasil na fase de classificação. O Brasil disputa a Copa América no Grupo A, ao lado de Bolívia, Peru e Venezuela. Antes, a seleção fará dois amistosos preparatórios. No dia 5 de junho, enfrenta o Catar, em Brasília, e, no dia 9 de junho, encara Honduras, em Porto Alegre.

A estreia da Seleção no torneio será em 14 de junho, contra a Bolívia, no Morumbi. Na sequência, em 18 de junho, enfrenta a Venezuela, em Salvador, na Arena Fonte Nova. O Brasil encerra a primeira fase no dia 22 de junho, contra o Peru, em São Paulo.

O evento será disputado por Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela, além de Japão e Catar como países convidados. Cinco cidades receberão os jogos: Belo Horizonte (Estádio do Mineirão), Porto Alegre (Arena Grêmio), Rio de Janeiro (Maracanã), Salvador (Arena Fonte Nova) e São Paulo (Estádio do Morumbi e Arena Corinthians).

Breno Barros - Ascom – Ministério da Cidadania