Notícias

Copa do Mundo Sub-17

Brasil derrota o México em Brasília e conquista Copa do Mundo Sub-17

publicado: 18/11/2019 10h47, última modificação: 17/12/2019 19h03

A Seleção Brasileira Sub-17 de futebol masculino conquistou, neste domingo (17.11), no Estádio Bezerrão, na cidade do Gama, distante cerca de 30 quilômetros de Brasília, o tetracampeonato da Copa do Mundo Sub-17. A equipe do técnico Guilherme Dalla Déa venceu o México por 2 x 1, de virada, e, com o resultado, repetiu as campanhas de 1997, 1999 e 2003.

 

Futebol-Copa-Sub-17-Foto-CBF-700.jpg
Jogadores do Brasil comemoram o tetracampeonato na Copa do Mundo Sub-17. Foto: CBF

 

Todos os gols foram marcados no segundo tempo e o México saiu na frente aos 20 minutos, com Bryan González. Apoiado pela maior parte dos quase 14 mil torcedores que compareceram ao Bezerrão, o Brasil chegou ao empate com Kaio Jorge, aos 38 minutos, e, aos 47, Lázaro marcou o gol que deu o título à Seleção Brasileira. O atacante Gabriel Veron, do Palmeiras, foi eleito pela FIFA o melhor jogador da Copa do Mundo Sub-17. Outro destaque foi o goleiro Matheus Donelli, que ganhou a Luva de Ouro como o melhor em sua posição.

 

"O futebol brasileiro vem numa evolução fantástica. Esse título vem para coroar o trabalho de todos os profissionais do Brasil, principalmente os treinadores. Eu só coloco minhas ideias aqui na Seleção. Mas são os treinadores que formam esses jogadores no dia a dia. Gostaria de dividir esse título com todos os treinadores brasileiros, principalmente os que trabalham com a base. Sei quanto é a pressão na base também. Compartilho com eles", ressaltou o técnico Guilherme Dalla Déa.

 

Artilheiro do Campeonato Brasileiro sub-17 deste ano pelo Flamengo, Lázaro não constou na lista inicial dos convocados para a Copa do Mundo. Acabou chamado depois de uma lesão na coxa sofrida por Juan, do São Paulo, e se tornou o heroi do título, após sair do banco na metade do segundo tempo para marcar o gol que deu o tetracampeonato ao Brasil.

 

"Fico bastante feliz por esse momento, por esse gol na final. Ali na hora que o professor Guilherme falou pra eu entrar, já coloquei na cabeça que estava confiante para marcar. Só não sabia que ia fazer o gol do título. Aí o Yan deu aquele cruzamento perfeito e só tive a tranquilidade para meter para dentro. Só agradeço a Deus pelas oportunidades e pela ajuda dos meus companheiros. Soubemos lidar com a adversidade e conseguimos a virada, principalmente com o apoio do torcedor", destacou Lázaro.

 

Para o treinador brasileiro, os campeonatos das categorias de base foram determinantes para a evolução dos jogadores que conquistaram a Copa do Mundo Sub-17. "A CBF está de parabéns. Ela passou a realizar grandes campeonatos nessa categoria, como o Brasileiro e a Copa do Brasil. Torneios que geram competitividade nos atletas e aumentam a qualidade dos jogadores. A força mental que esses meninos mostraram nesta Copa do Mundo é fruto dessa realidade, em que os atletas estão cada vez mais preparados para jogar em alto nível. Estamos no caminho correto. Tenho certeza de que esses atletas seguirão tendo êxito no futuro", afirmou Guilherme Dalla Déa.

 

Ascom - Ministério da Cidadania