Notícias

Notícias

Brasil é o grande campeão dos Jogos Escolares Sul-Americanos

publicado: 08/12/2018 17h16, última modificação: 02/12/2019 18h47

O Brasil encerrou sua participação na 24ª edição dos Jogos Escolares Sul-Americanos, realizados em Arequipa, no Peru, com um total de 85 medalhas. Foram 40 de ouro, 27 de prata e 18 de bronze. Com esse resultado, o país terminou em primeiro lugar na classificação geral da competição.

Para o vice-presidente da Confederação Brasileira de Desporto Escolar – CBDE, Francisco Braz da Cruz Filho a participação do Brasil nos Jogos Escolares Sul-Americanos, onde podem participar jovens com idade entre 12 e 14 anos, é sempre motivo de orgulho para o esporte nacional.

 

“Nossa delegação superou a expectativa da CBDE. Na competição do ano passado, o Brasil conquistou 60 medalhas no total geral. Ou seja, o desempenho de nossos atletas, da nossa delegação, a cada ano melhora mais. Isso mostra a força do desporto escolar brasileiro”.

Braz da Cruz Filho também fez questão de destacar que além da disposição e da capacidade de superação dos atletas brasileiros, que tiveram como um dos grandes obstáculos a altitude de Arequipa, mais de 2.400 metros, esse resultado também só foi possível graças a um esforço conjunto.

“Nós, da CBDE, não fazemos nada só. Dependemos das nossas federações, que estão fazendo um trabalho muito bom em seus estados, e do apoio do Ministério do Esporte”. Ele lembrou que graças a essa união de esforços foi possível levar uma delegação com 211 atletas. “E o reflexo é esse: O Brasil campeão geral dos Jogos Sul-Americanos”.

 

Judô e natação

O judô, com 14 medalhas de ouro, e a natação, com 12, foram os principais destaques brasileiros nos Jogos Escolares Sul-Americanos de Arequipa. Mas o Brasil também conquistou quatro ouros no xadrez, cinco no atletismo, quatro no tênis de mesa, além de uma medalha de ouro no basquete feminino, uma no handebol masculino e uma no futsal masculino. Além disso, os brasileiros trouxeram para casa 25 medalhas de prata e 17 de bronze.

 

Cerimônia de encerramento

Os Jogos Sul-americanos Escolares foram oficialmente encerrados nesta sexta-feira (7.12) no Coliseu Arequipa. A cerimônia teve a apresentação de danças típicas do Peru, desfile das delegações dos países e a entrega da bandeira do Consude para o Paraguai, próximo país a sediar os Jogos. A chama esportiva do evento, que iluminava a pira no local, foi transferida para um atleta paraguaio por meio da tocha. Em seguida, o fogo dos Jogos se apagou.

Para a presidente do Instituto Peruano de Esporte, Susana Córdoba Ávila, os Jogos proporcionaram o fortalecimento dos laços de amizades nos países da América do Sul e demonstraram os valores do povo peruano. Em sua fala na solenidade, Susana destacou a força do esporte para a paz, união, desenvolvimento e educação. “Viva o esporte, viva os Jogos Sul-Americanos e viva o Consude”, disse a dirigente.

 

De Arequipa, no Peru: Rafael Brais Castro e Clóvis Souza
Ministério do Esporte