Notícias

Bolsa Atleta

Brasileiros nos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude contam com apoio do Bolsa Atleta

publicado: 17/01/2020 15h53, última modificação: 17/01/2020 15h53
Dos 12 representantes do país na delegação, cinco são contemplados com o investimento federal. Competição na Suíça segue até o próximo dia 22

A delegação brasileira que disputa os Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude, em Lausanne, na Suíça, conta com 12 atletas, em competição até o próximo dia 22. Desses, cinco (41,66%) são contemplados pelo programa Bolsa Atleta, da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, maior programa de patrocínio individual do mundo: três na categoria Nacional, um na Internacional e um na Atleta de Base.

Taynara da Silva (biatlo e esqui cross-country), Eduarda Ribera (esqui cross-country) e Noah Bethonico (snowboardcross) recebem a bolsa na categoria Nacional, enquanto Rhaick Bonfim (esqui cross-country) é contemplado com a Internacional. Larissa Brito Cândido, do skeleton, recebe como Atleta de Base pelo atletismo. Ao todo, o programa atende atualmente 55 nomes das modalidades de inverno, sendo 33 na categoria Nacional, nove na Internacional, 11 Olímpicos/Paralímpicos e dois na categoria mais alta, a Pódio. O investimento anual previsto para todo o grupo é de R$ 1.239.300.

 

Equipe nacional conta com cinco esportistas apoiados pelo programa Bolsa Atleta. Foto: Valter França/COB


De acordo com o secretário nacional de Esporte de Alto Rendimento, Emanuel Rego, o incentivo é destinado ao desenvolvimento do esporte como um todo. “A nossa missão é favorecer o maior número de modalidades para que possam chegar ao alto rendimento. Um evento grande como os Jogos Olímpicos da Juventude, que têm o papel de preparação olímpica, eu acredito que seja um modelo de investimento de futuro. A gente pega esses atletas para terem experiência de grandes eventos e seguirem a carreira a nível mundial”, explica.

Além do apoio por meio do Bolsa Atleta, o governo federal ainda firmou um termo de fomento com a Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN) em 2018, proveniente da chamada pública nº 01/2017, com o objetivo de detectar talentos, desenvolver e preparar atletas de cross country, biathlon e esqui freestyle. O valor do repasse foi de R$ 342.542, com vigência até a próxima semana.

Ana Cláudia Felizola – Ministério da Cidadania