Notícias

Notícias

Câmara dos Deputados homenageia organizações que realizam ações em prol da inclusão de pessoas com deficiência

publicado: 18/09/2019 18h21, última modificação: 02/12/2019 18h47

A Câmara dos Deputados homenageou, nesta quarta-feira (18.09), empresas, entidades e personalidades que realizaram ações em prol da inclusão de pessoas com deficiência com a entrega do Prêmio Brasil Mais Inclusão. Entre os vencedores estão o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural, o Instituto Guga Kuerten e a Associação dos Deficientes Físicos do Estado de Goiás (ADFEGO). Todas têm ou tiveram projetos executados com recursos captados por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. 

Foto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério da Cidadania

Na cerimônia realizada no Plenário Ulysses Guimarães, em Brasília, os dez vencedores foram contemplados com diplomas de menção honrosa. Os critérios para concessão do prêmio basearam-se nos valores da igualdade de tratamento e de oportunidade, da justiça social, do respeito à dignidade da pessoa, do bem-estar e de outros pontos presentes na Constituição Federal e na legislação que preserva os direitos da pessoa com deficiência.

Wolf Kos, presidente do Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural, e a própria Olga Kos estiverem presentes à cerimônia. “Este prêmio ao Instituto Olga Kos é um reconhecimento para todas as organizações não-governamentais que trabalham pela inclusão e autonomia. Agradeço à minha musa inspiradora, Olga Kos, agradeço a todos os patrocinadores e, em especial, agradeço a esta Casa”, afirmou Wolf Kos, ao receber o prêmio.

“O Instituto Olga Kos trabalha basicamente com leis de incentivo. Começamos com a Lei Rouanet e atendemos, durante 15 anos, milhares de pessoas em oficinas de arte, dança e música. Na Lei de Incentivo ao Esporte, atendemos muitas crianças e jovens que aprendem artes marciais e se socializam a partir do esporte”, acrescentou Wolf Kos.

O Instituto já aprovou 37 projetos na Lei de Incentivo ao Esporte. Atualmente, dois deles estão em execução: Taekwondo VIII - Inclusão Pelo Esporte e Taekwondo Kids VI, que têm por objetivo incluir crianças com deficiência intelectual à sociedade, por meio da prática da arte marcial. Para tanto, os monitores trabalham os aspectos físicos, motores e cognitivos e buscam aumentar a consciência corporal, além de estimular a interação social e promover a participação da família no processo de inclusão social. Os dois projetos beneficiarão 200 pessoas, sendo 60 crianças e adolescentes e 140 pessoas com deficiência. O montante captado é de R$ 2.147.918,22.

Outros cinco projetos estão em fase de captação de recursos, com previsão de atendimento de mais de mais de 2.100 crianças e adolescentes, 4.000 adultos, 2.000 idosos e 3.700 pessoas com deficiência. O total autorizado para a captação pela Lei de Incentivo ao Esporte para estes cinco projetos é de R$ 7.784.720,66.

Anteriormente, o Instituto Olga Kos já havia realizado 30 projetos, com um total captado de R$ 20.032.748,28 pela Lei de Incentivo ao Esporte, beneficiando mais de 71.300 pessoas.

Galeria de fotos

sessaosolenecamara_18setembro2019_abelardomendesjr-5

Prêmio Brasil Mais Inclusão - Sessão Solene na Câmara dos Deputados

Abelardo Mendes Jr – Ascom – Ministério da Cidadania