Notícias

Notícias

Campeonato Carioquinha movimenta "Maracanãzinho" do Parque Olímpico da Barra

publicado: 16/09/2019 15h23, última modificação: 02/12/2019 18h47

A Arena Olímpica do Tênis, no Parque Olímpico da Barra, já foi apelidada de Maracanãzinho pela molecada da categoria Dente de Leite. Equipada com gramado sintético e traves adaptadas ao tamanho dos atletas, a instalação que foi palco dos títulos do britânico Andy Murray e da porto-riquenha Mônica Puig nos Jogos Rio 2016 virou um grande estádio para artilheiros mirins no Rio de Janeiro.

 

 

Arena Olímpica de Tênis no modo futebol mirim no Parque Olímpico da Barra. Foto: Divulgação

No último fim de semana, teve início na instalação o Campeonato Carioquinha da Categoria Sub-7. São 16 clubes inscritos, entre eles agremiações como Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo. Foi apenas a primeira rodada de uma competição que seguirá todos os fins de semana até 14 de dezembro. O evento também tem disputas nas categorias Sub-6, Sub-8, Sub-9 e Sub-10.

As partidas são disputadas com oito atletas na linha e um no gol de cada lado. Os jogos têm transmissão ao vivo pelas redes sociais. A bola usada é a "número 3". "É o tamanho ideal para essa faixa etária. Cada jogo tem dois tempos de 20 minutos", disse Marcelo Pires, um dos responsáveis pela organização do campeonato.

O Secretário Nacional de Futebol e Direitos do Torcedor, Ronaldo Lima, compareceu ao evento e inclusive deu o pontapé inicial em dois dos confrontos do domingo. "É um evento que mobiliza o Parque Olímpico da Barra com o futebol e coloca a molecada para praticar atividades físicas", disse o secretário.

Secretário Ronaldo Lima deu o pontapé inicial em uma das partidas. Evento mobiliza 16 equipes e segue até dezembro. Foto: Divulgação

Secretário Ronaldo Lima deu o pontapé inicial em uma das partidas. Evento mobiliza 16 equipes e segue até dezembro. Foto: Divulgação

No primeiro semestre, o mesmo palco olímpico foi usado para a Copa Dente de Leite, que terminou com o título do Fluminense sobre o Flamengo. O duelo foi decidido apanas nas cobranças de pênaltis, após empate em 0 x 0 no tempo normal.

Ascom - Ministério da Cidadania