Notícias

Hortência é a sucessora de Zico na presidência da Comissão Nacional de Atletas

publicado: 17/07/2018 00h00, última modificação: 21/01/2020 16h36
CNA2vale.jpg

Foto: Marco Senna

A 18ª reunião da Comissão Nacional de Atletas (CNA), realizada nesta terça-feira (17.07) no Parque Olímpico da Barra, marcou a despedida de Arthur Antunes Coimbra, o Zico, como seu presidente. De partida para o Japão, onde vai trabalhar novamente no Kashima Antlers - clube no qual atuou ao longo de mais de 10 anos -, ele anunciou a saída, por conta do compromisso profissional, e agradeceu a todos pela colaboração e empenho enquanto esteve à frente da CNA. Uma eleição foi feita, e a ex-jogadora de basquete Hortência acabou sendo eleita a nova presidente da comissão, tendo como vice Virgílio Filho, do triatlo.

 

Antes de passar o bastão a Hortência, Zico fez um breve discurso de despedida: "Foi uma honra e um privilégio poder ter trabalhado ao lado de todos vocês. Conseguimos grandes conquistas e tenho a certeza de que darão sequência a essa importante missão da CNA". Ele deixa a presidência, mas seguirá como membro da comissão.

 

Surpresos por terem sido escolhidos, após indicação do então vice-presidente da comissão, Lars Grael - acatada por todos os participantes do encontro -, Hortência e Virgílio se mostraram dispostos a arregaçar as mangas e dar continuidade ao trabalho da CNA.

 

"É uma grande responsabilidade, mas vamos tocar o trabalho com a ajuda de todos os companheiros", comentou Hortência. A dupla já assumiu com novas ideias. Enquanto Virgílio sugeriu criar uma ouvidoria para ser um canal direto com atletas e ex-atletas, Hortência deseja colocar a comissão nas redes sociais para dar visibilidade às ações.

 

Outra decisão foi manter Lars Grael (ex-velejador) e Luísa Parente (ex-ginasta) como os representantes da CNA no Conselho Nacional do Esporte (CNE).

 

Marco Senna, do Rio de Janeiro