Notícias

Jogos Escolares reúnem atletas de famílias tradicionais do tênis de mesa do país

publicado: 28/11/2019 19h41, última modificação: 10/12/2019 17h26
Giulia Takahashi, irmã da mesatenista da Seleção Bruna Takahashi, e Felipe Doti Arado, filho dos ex-atletas e atuais treinadores Mônica Doti e Francisco Arado (Paco), são destaques em Blumenau (SC)

Os Jogos Escolares da Juventude são o principal palco da nova geração de atletas do país. A edição de 2019 conta com jovens que carregam sobrenomes tradicionais na história do tênis de mesa. Giulia Takahashi, de 14 anos, irmã caçula da mesatenista da Seleção Brasileira Bruna Takahashi, e Felipe Doti Arado, 13 anos, filho dos ex-atletas e atuais treinadores Mônica Doti e Francisco Arado (Paco), são os destaques da modalidade na fase nacional da competição, disputada em Blumenau (SC). Os dois jovens defendem a escola Educandário Santo Antônio de São Paulo.

 

jogosescolaresbrunatakahashifelipearadoamjr_1130.jpg
Giulia Takahashi e Felipe Arado: tradições familiares no tênis de mesa. Foto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério da Cidadania

 

Takahashi participa pela segunda vez da principal competição escolar do país. A primeira participação da jovem foi em 2018, no evento disputado em Natal. Ela voltou para casa com três medalhas de ouro: individual, duplas mistas e equipe. Em 2019, a paulista busca outras três medalhas de ouro. “O meu objetivo é conquistar três medalhas, da mesma forma como foi no ano passado. Darei o meu melhor para conquistar os três ouros novamente”, disse.

 

Pela pouco idade, Giulia Takahashi fez pela primeira vez a sua inscrição para pleitear o benefício financeiro do programa Bolsa Atleta da Secretaria Especial de Esporte do Ministério da Cidadania em 2019. O auxílio vai contribuir para o aprimoramento dos treinos da jovem atleta.

 

“Achei bem legal ter participado do meu primeiro campeonato escolar no ano passado. Amei o centro de convivência e toda a estrutura. Eu nunca tinha participado de um evento desse tamanho. A competição foi muito boa, porque foi o meu primeiro e ganhei três ouros que disputei”, explicou.

 

Giulia é uma grande expoente da modalidade. Neste ano, ela conquistou quatro medalhas de ouro no Campeonato Sul-Americano Sub15. “No primeiro semestre viajei também para a Europa. Foi a primeira vez que treinei fora do país, passando por Alemanha e Polônia. No segundo semestre voltei para a Europa e passei mais dois meses treinando e jogando”, revelou Giulia.

 

Em 2019, a paulista disputou o Campeonato Mundial na Polônia. A jovem foi eliminada nas oitavas de final, quando foi superada por uma jogadora da Coreia do Sul. Em 2020, a paulista vai jogar o último ano na categoria infantil e espera repetir o feito da irmã, que conquistou o título mundial na despedida da categoria.

 

“No ano que vem eu quero conquistar o Sul-Americano e depois competir o Latino Americano. Será o meu último ano no infantil. O meu objetivo mesmo é conquistar o título no Campeonato Mundial no meu último ano do infantil da mesma forma que a minha irmã ganhou. Então, vou treinar para conquistar o mesmo feito da minha família. O Mundial será disputado na Tailândia”, projetou.

 

jogosescolares_tenisdemesa_27_nov_2019_amjr11.jpg
Foto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério da Cidadania

 

Estreia de Arado

 

Arado é outro sobrenome conhecido no universo do tênis de mesa. Felipe Doti Arado encara pela primeira vez o desafio de disputar a principal competição estudantil do país. “É bem legal disputar os Jogos Escolares. É uma experiência nova para mim. Comecei a brincar de tênis de mesa aos 6 anos, mas eu preferia jogar futebol. Comecei a treinar mesmo no ano passado e neste ano fiz a minha inscrição na federação. A minha família influenciou muito, pois o meu pai é técnico e a minha mãe também. Eu treino com o meu pai em São Caetano”, afirmou.

 

Os últimos dias dos Jogos Escolares da Juventude Blumenau 2019 reservam muitas emoções aos atletas. De 27 a 29 de novembro, a cidade catarinense abrigará competições de seis modalidades esportivas diferentes (ciclismo, ginástica rítmica, natação, tênis de mesa, vôlei de praia e xadrez) e, com isso, outros grandes talentos do esporte terão a chance de mostrar o seu valor.

 

Breno Barros, de Blumenau (SC) – Ministério da Cidadania