Notícias

Jogos Europeus Universitários reúnem 4 mil atletas em Portugal

publicado: 16/07/2018 00h00, última modificação: 21/01/2020 17h01
coimbrajogosvale.jpg

Foto: Paulo Rossi

A cidade portuguesa de Coimbra, sede de uma das mais antigas universidades da Europa – criada em 1290 –, recebe desde sábado (14.07) a quarta edição dos Jogos Europeus Universitários. Quatro mil atletas de 300 universidades espalhadas por 40 países europeus competirão, até 28 de julho, em 13 modalidades esportivas.

 

A cerimônia de abertura, realizada na noite de domingo (15.07), combinou tradição e tecnologia. A história da Universidade de Coimbra, que se mistura com a do próprio país, foi projetada nos prédios históricos do Pátio das Escolas, numa produção que mescla atores com animação gráfica de última geração.

 

Coimbra é uma das três universidades do mundo consideradas pela Unesco – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – como Patrimônio Cultural da Humanidade. O governo português investiu um milhão de euros nos Jogos Europeus Universitários, que têm orçamento total de cinco milhões de euros e são o maior evento esportivo já realizado em Portugal.

 

Entre as autoridades presentes na cerimônia de abertura estavam o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, o secretário do Desporto e Juventude, João Paulo Rebelo, e o ministro do Esporte do Brasil, Leandro Cruz, convidado pela Comissão Organizadora dos Jogos.

 

Tiago Brandão Rodrigues e Leandro Cruz participam nesta semana, em São Tomé e Príncipe, da XI Conferência de Ministros da Juventude e do Desporto da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). A ilha da costa oeste africana sediará também, de 21 a 28 de julho, os Jogos Despotivos da CPLP, grupo que congrega os nove países lusófonos: Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial e Timor-Leste.

 

Paulo Rossi, de Coimbra (Portugal)