Notícias

Notícia

Marinha lança novo núcleo do programa Forças no Esporte/Navegar

publicado: 12/09/2018 00h00, última modificação: 17/01/2020 18h12
navegar1valeeste.jpg

Fotos: Marco Senna

A Marinha do Brasil lançou oficialmente nesta quarta-feira (12.09) o 5º Núcleo do Programa Forças no Esporte (Profesp), no Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (CIASC), no Rio de Janeiro. O trabalho de inclusão social de crianças e adolescentes (de 6 a 14 anos) por meio da prática esportiva é uma parceria com o projeto Navegar, que integra o Programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte. Atualmente, são atendidos mais de 500 jovens de 20 comunidades carentes do bairro da Ilha do Governador, que têm acesso a caiaques, escaleres a remo, canoas e barcos da classe optimist.

 

A cerimônia de lançamento contou com apresentação do coral das crianças que integram o projeto social, execução de músicas pela banda da Marinha e visitação às salas de aula onde os jovens aprendem inglês e à obra que permitirá a ampliação do Forças no Esporte/Navegar. Estiveram presentes o comandante do CIASC, contra-almirante FN Carlos Chagas, o vice-almirante comandante da Força de Fuzileiros, Paulo Martino Zucaro, o vice-almirante FN Cesar Lopes Loureiro e o ministro do Esporte, Leandro Cruz.

 

Eles conferiram de perto, a bordo de uma lancha, a garotada em ação nas embarcações doadas pelo Ministério do Esporte. "Programas como este representam muito para o futuro da nossa juventude", dimensionou o comandante do CIASC.

 

Ao conhecer a nova turma do núcleo, de 100 meninos e meninas, o ministro do Esporte destacou a importância de ações para os jovens: "O projeto é importantíssimo do ponto de vista social porque dá a oportunidade a crianças e adolescentes de praticarem esporte e aprenderem valores como dedicação, comprometimento, trabalho em equipe, respeito, companheirismo e disciplina. Parabenizo a Marinha e as Forças Armadas como um todo pela iniciativa para a qual o ministério tem o prazer de dar a sua contribuição. O que eu vi hoje aqui me deixou feliz e emocionado".

 

Foram entregues uniformes aos novos alunos e diplomas aos integrantes da Pastoral do Menor, ligada à Arquidiocese do Rio de Janeiro, que realizam o trabalho de selecionar os jovens nas comunidades e encaminhá-los ao programa social.

 

Marco Senna, do Rio de Janeiro