Notícias

Notícias

Ministério da Cidadania lança ação para estimular prática de exercícios por idosos

publicado: 07/11/2019 08h57, última modificação: 02/12/2019 18h48

Desde que se se aposentou, Maria de Lourdes de Jesus, de 73 anos, tomou uma decisão que modificou sua vida: praticar exercícios físicos. A idosa participa de uma Associação voltada a esse público em Taguatinga, no Distrito Federal. Ela conta que a sua vida melhorou nesses 13 anos em que passou a se exercitar com frequência. “Eu vou todo dia. Faço capoterapia, pilates e ginástica também. Eu não paro nunca. Ainda vou para o forró. Além disso, tenho muitos amigos”, disse.

Para que mais idosos tenham a mesma oportunidade que Maria de Lourdes, o Ministério da Cidadania lançou, nesta quarta-feira (6.11), em Brasília, o programa Vida Saudável na modalidade Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa. A iniciativa vai oferecer aos municípios capacitação profissional e kits de materiais para atividades físicas, culturais e de lazer para a população idosa. Os kits contam com itens como tapetes fitness, cordas de ginástica, caixa de som e jogos, entre outros.

O programa reúne dois projetos do Ministério da Cidadania. O Vida Saudável, da Secretaria Especial do Esporte, e a Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa, da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social. Com isso, o programa da pasta esportiva ganha escala. A expectativa é de que os benefícios da parceria cheguem a 460 municípios.

De acordo com o ministro da Cidadania, Osmar Terra, a parceria tem o objetivo de promover o protagonismo da população acima dos 60 anos. “Esse programa é para estimular não só o idoso, mas também os municípios a criarem políticas para eles, principalmente nessa área de atividade física, de inclusão social e no exercício da cidadania”, disse. “Em nenhum momento do ciclo da vida é tão importante o exercício físico como para os idosos. É a partir daí que eles mantêm a vitalidade dos seus músculos, do funcionamento do organismo, do cérebro. Quem está desenvolvendo atividade física todo dia vive mais”, completou.

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, participou do evento e elogiou a iniciativa do governo federal. “Isso é dignidade para os nossos idosos e com a ampliação desse Programa de Vida Saudável, é um Brasil diferente que estamos construindo”, afirmou.

Os secretários especiais do Esporte, Décio Brasil, e do Desenvolvimento Social, Lelo Coimbra, também estiveram no lançamento do programa. “O investimento em esporte diminui os gastos na saúde e precisamos fomentar atividades que promovam a qualidade de vida para o público idoso. O governo federal entende a importância de investir nesse público e o lançamento de hoje demonstra isso”, disse Décio Brasil. Além deles, a secretária nacional de Promoção do Desenvolvimento Humano, Ely Harasawa, e os secretários especial adjunto do Esporte, Marco Aurélio Araújo, de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social, Washington Cerqueira, de Esporte de Alto Rendimento, Emanuel Rego, e de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor, Ronaldo Lima, também participaram do evento.

Foto: Clarice Castro/ Min. Cidadania

Inscrição

A adesão ao programa depende de iniciativa das prefeituras, que devem indicar o número de núcleos que pretendem implantar, o setor que ficará responsável pela coordenação do programa e disponibilizar profissionais de educação física para o desenvolvimento das atividades. Os municípios devem garantir, ainda, que o programa seja ofertado à população por pelo menos 14 meses.

A primeira cidade a aderir à iniciativa é São João da Aliança (GO). A prefeitura Débora Rodrigues, formada em Educação Física, aponta o motivo que fez com que a cidade se interessasse pelos kits doados pelo Ministério. “Como professora de Educação Física, me sinto honrada e sei da importância tanto do esporte como da atividade física na vida do idoso, porque, com o passar do tempo, essas pessoas vão tendo limitações, mas é necessário mostrar para elas que essas limitações podem ser superadas. Vamos trabalhar incentivando a prática esportiva e a inclusão e interação social”, afirmou.

Para consolidar a adesão, o município deve baixar no Sistema Brasil Amigo da Pessoa Idosa (Sisbapi) o Termo de Manifestação de Interesse. O documento deve ser preenchido e assinado pelo prefeito e enviado de volta ao Sisbapi. As inscrições estão abertas até 2 de dezembro. O endereço para as adesões é https://aplicacoes.mds.gov.br/sisbapi/.

Saiba Mais

A Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa é uma iniciativa do governo federal que fomenta os municípios a implementarem ações para melhorar as condições de vida da população com 60 anos ou mais de idade, por meio de apoio técnico e certificação das cidades e comunidades amigáveis às pessoas idosas. Por meio da Estratégia, o governo federal incentiva as cidades a promoverem ações destinadas ao envelhecimento ativo, saudável, sustentável e cidadão da população, principalmente das pessoas mais vulneráveis.

A Estratégia divide-se em etapas, que vão desde a adesão dos municípios, criação de conselhos, realização de diagnósticos, elaboração de planos municipais e execução de ações voltadas para um envelhecimento ativo e saudável da população idosa local.

Ascom - Ministério da Cidadania