Notícias

Notícias

Na Comissão do Esporte na Câmara, Osmar Terra e Décio Brasil apresentam ações esportivas do Ministério da Cidadania

publicado: 08/05/2019 17h28, última modificação: 02/12/2019 18h47

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, e o secretário especial do Esporte, Décio Brasil, participaram, nesta quarta-feira (08.05), de reunião na Comissão do Esporte na Câmara dos Deputados, em Brasília. Na oportunidade, Osmar Terra apresentou a estrutura do Ministério da Cidadania, dividida em secretarias especiais do Desenvolvimento Social, Cultura e Esporte, além dos programas e das ações da pasta voltados para a disseminação da prática esportiva no país.

Osmar Terra (ministro da Cidadania), Décio Brasil (secretário Especial do Esporte do Ministério da Cidadania) e Washington Cerqueira (secretário da SNELIS) durante a reunião da Comissão do Esporte na Câmara dos Deputados. Foto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério da Cidadania

Terra explicou que a Secretaria Especial do Esporte é dividida em quatro áreas: Secretaria de Alto Rendimento; Secretaria de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis); Secretaria de Futebol e Direitos do Torcedor; e Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD).

“Todas as secretarias que existiam no Ministério do Esporte continuam. O presidente Bolsonaro diminuiu o número de ministérios, mas a parte operacional é a mesma. Economizamos ao juntar as estruturas meio dos ministérios, como a área jurídica. Então, nós juntamos as áreas e estamos integrando uma base. É importante que, tanto a cultura quanto o esporte, além da área de desenvolvimento social, ajudem a melhorar a qualidade de vida da população. Meu compromisso é que o esporte não terá nenhum retrocesso, só avanços. Queremos uma estrutura integrada que dê uma resposta muito maior na área esportiva”, explicou Terra.

Durante a audiência, Décio Brasil esclareceu alguns ajustes promovidos na Secretaria Especial do Esporte. “Tenho uma história no esporte e conheço muitos atletas. A minha experiência possibilitou estar no governo. Desde a semana passada, quando cheguei na secretaria, transferi o medalhista olímpico Emanuel Rego da ABCD para o Alto Rendimento, pois a comunidade esportiva precisava de um nome de impacto, que vai trabalhar em benefício do esporte. Emanuel é uma referência para todos”, destacou. “O segundo passo foi trazer a ex-ginasta Luisa Parente, que tem conhecimento na área de controle de dopagem, para comandar a ABCD”, completou.

Presidida pelo deputado federal Fábio Mitidieri, a reunião da Comissão do Esporte da Câmara contou também com a presença do secretário da ABCD, Emanuel Rego, e do secretário da Snelis, Washington Cerqueira.

Secretário Décio Brasil. Foto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério da Cidadania

Secretário Décio Brasil. Foto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério da Cidadania

Espaços unificados
“O objetivo da Cidadania é elevar a condição de cidadania e qualidade de vida da população brasileira, dos seus direitos e deveres. Sempre precisei do esporte, mesmo quando eu era ministro do Desenvolvimento Social. Participei da intervenção federal no Rio de Janeiro e só conseguimos chegar aos jovens das favelas do Rio de Janeiro por meio do esporte”, contou o ministro.

Para garantir o acesso à cidadania integral, o ministro informou que o governo federal está unificando os espaços construídos dos Centros de Iniciação ao Esporte, os Centros de Artes e Esportes Unificados, o Centro de Convivência de Idosos, o Centro-Dia de Referência para Pessoa com Deficiência e Praça da Juventude. “Estamos unificando tudo isso em um espaço maior, que chamamos de Estação Cidadania, onde as pessoas poderão conviver e ter mais tipos de atividades diferentes. Assim, pretendemos colocar os espaços em municípios polos das microrregiões do Brasil”, anunciou Osmar Terra.

“Queremos municipalizar o esporte em grande escala, garantindo a prática de algumas modalidades olímpicas e do xadrez. Vamos disseminar e queremos levar para todos os municípios, ver os atletas que surgirem, e quem sabe, dar bolsa para os atletas que irão se destacar, além de promover competições escolares em todas as microrregiões do país”, disse.

O ministro Osmar Terra lembrou que foi encaminhado ao Congresso Nacional um Projeto de Lei com propostas para modernizar o programa Bolsa Atleta. Entre as mudanças, Terra falou no reajuste de cerca de 10% nos valores das categorias e a adoção de um sistema de escalonamento, observando o nível da competição e o resultado esportivo, como já é feito na Bolsa Pódio. “Queremos incrementar o programa Bolsa Atleta. Estamos com 6.199 atletas beneficiados, com o orçamento de R$ 84,5 milhões neste ano. Nessas modificações nas estruturas, queremos fazer outras propostas para estimular os atletas”, disse.

Reunião da Comissão do Esporte na Câmara dos Deputados

Breno Barros
Ascom - Ministério da Cidadania