Notícias

No encerramento da 2ª Clínica de Futsal Feminino, Brasil vence Paraguai em Carlos Barbosa

publicado: 11/03/2018 00h00, última modificação: 29/01/2020 18h05
clinica-futsal-feminino-foto-Daniel-Anderson-ME-700.jpg

Foto:Daniel Anderson/ME

A Seleção Brasileira Feminina de futsal venceu o Paraguai por 5 x 2 neste domingo (11.03), em Carlos Barbosa (RS), no encerramento da 2ª Clínica de Futsal Feminino, foi promovida pelo Ministério do Esporte em parceria com a Confederação Brasileira de Futsal (CBFS).

 

Com início em 5 de março, a Clínica reuniu a delegação brasileira da modalidade para uma semana de atividades teóricas, treinamentos práticos, contato com o público e palestras com personalidades do esporte.

 

Esta é a segunda edição da Clínica de Fustal Feminino. Em novembro de 2017, no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro, as meninas do Brasil passaram por uma semana de treinos preparatórios para a Copa América do Uruguai e participaram de ações direcionadas para o público em geral, professores e alunos da rede pública de ensino. A Seleção Brasileira sagrou-se campeã da Copa América.

 

A Clínica de Futsal Feminino deve prosseguir em outras edições ainda em 2018. O secretário Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor (SNFDT), André Argôlo, reforçou o compromisso do Ministério do Esporte de estimular o futsal feminino. "Nosso objetivo é prosseguir com o projeto e levar as clínicas para todas as regiões do país", afirmou.

 

Selecao-brasileira-futsal-feminino-foto-Daniel-Anderson-ME-700.jpg
Foto:Daniel Anderson/ME

 

O jogo

O Brasil entrou em quadra com amplo favoritismo. O belo público presente em Carlos Barbosa aguardava uma goleada. O amistoso, porém, começou com a seleção do Paraguai abrindo o placar, com Nádia Rodas. O Seleção Brasileira, com atletas ainda em início de temporada, demorou um pouco para achar o melhor futebol. Mas aos poucos Amandinha, Diana, Gabi e o restante da equipe foram se soltando e colocaram em prática a semana de treinamento. A partida terminou 5 x 2 para o Brasil, com dois gols de Diana, dois gols de Gabi e um de Isa. Mirta Pico anotou o segundo das paraguaias.

 

O técnico da Seleção Brasileira, Wilson Sabóia, destacou o empenho das jogadoras e lembrou que muitas delas foram convocadas pela primeira vez. "São nove atletas que estão vestindo pela primeira vez a camisa amarela. A ansiedade é normal. E elas estão em início de temporada", explicou.

 

Sabóia declarou também que dar oportunidades para novas jogadoras faz parte do fortalecimento da modalidade no país e da renovação da Seleção. "Nós percebemos que o crescimento do futsal feminino do Brasil passa por observar o maior número de atletas possível e dar oportunidades. Assim, criamos a cultura de Seleção Brasileira", encerrou o treinador.

 

Ascom – Ministério do Esporte