Notícias

No Rio, jornalistas participam do Enecob e conhecem ações da AGLO nas instalações olímpicas

publicado: 01/03/2018 00h00, última modificação: 31/01/2020 15h56
enecob.jpg

O Presidente da Autoridade de Governança do Legado Olímpico (AGLO), Paulo Márcio Dias Mello, apresentou, nesta quarta-feira (28.02), no Rio de Janeiro, o plano de legado e as ações promovidas pela autarquia nas instalações olímpicas do Rio 2016. Dois projetos de inclusão social com crianças carentes foram colocados em prática desde a criação da AGLO e mais de 50 eventos esportivos foram realizados em 2017. Paulo Márcio destacou também os eventos que estão programados para 2018, como os jogos de basquete da NBB (Novo Basquete Brasil), que atraem centenas de torcedores para a Arena Carioca 1, além da implantação de três novos projetos sociais com artes marciais, futevôlei e tênis.

 

"Esse trabalho demonstra que estamos no caminho certo e a população pode visitar o Parque Olímpico para assistir inúmeros eventos. Os projetos de inclusão social são de extrema importância para o Rio, porque precisamos contribuir para diminuir a violência. Uma boa maneira é tirar as crianças das ruas e trazê-las para o Parque, para elas praticarem esporte", disse Paulo Márcio.

 

Os jornalistas de diferentes veículos de comunicação do Rio de Janeiro participaram do Enecob - Encontro Nacional de editores, colunistas, repórteres e blogueiros, no Parque Olímpico da Barra. O presidente da AGLO conversou com os profissionais de imprensa e participou da visita guiada pelo Parque Olímpico da Barra. Eles assistiram três vídeos institucionais na sala temática dos Jogos Rio 2016 e conheceram as instalações administradas pela AGLO – Arena Carioca 1 e 2, Velódromo e o Centro de Tênis, e a Arena Carioca 3, gerida pela Prefeitura do Rio.

 

Na pista do Velódromo, o grupo acompanhou o treino de ciclistas profissionais e amadores. Nas outras instalações olímpicas, eles tiveram a oportunidade de ver a estrutura montada para os projetos sociais que atendem a 450 crianças com aulas de lutas e esportes coletivos do projeto Esporte e Cidadania para Todos e do Núcleo Esportivo Rio Open. Eles também conheceram o Centro Olímpico de Treinamento na Arena Carioca 2, que está sendo finalizado para receber atletas.

 

Jornalistas do Rio fazem visita guiada ao Parque Olímpico. No Velódromo, eles acompanharam o treino de ciclistas e nas arenas, puderam ver a estrutura montada para os projetos sociais que atendem 450 crianças com aulas de lutas e esportes coletivos. @minesporte @RedeDoEsporteBr pic.twitter.com/0kPeNYt3g1 — AGLO (@AGLO_Legado) 28 de fevereiro de 2018


Para finalizar, o grupo de jornalistas participou do lançamento e assinatura do termo de cooperação de três novos projetos de inclusão social com a parceria do Instituto Reação, do ex-judoca Flávio Canto, do Instituto Irmãos Nogueira, dos atletas de lutas marciais Minotauro e Minotouro, e do Team Águia Footvolley, do campeão Anderson Águia. Tudo com a coordenação Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis) do Ministério do Esporte, para beneficiar 700 crianças e jovens.

 

Fonte: AGLO