Notícias

Nota de pesar pela morte do ex-atleta olímpico, técnico e dirigente esportivo Bebeto de Freitas

publicado: 13/03/2018 00h00, última modificação: 29/01/2020 17h31

Recebi com consternação a notícia da morte de Bebeto de Freitas, aos 68 anos, dirigente esportivo e treinador de vôlei da geração que conquistou a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Los Angeles, em 1984. Neste momento de dor e de perda irreparável, quero me solidarizar com os familiares, amigos e admiradores de Bebeto de Freitas. O esporte brasileiro está de luto.

 

Ex-jogador e treinador de vôlei, Bebeto também contribuiu com o desenvolvimento do futebol nacional, quando comandou o Botafogo, entre 2002 e 2008, e como diretor do Atlético-MG. O país perde um grande profissional, que dedicou sua vida em prol do esporte brasileiro.

 

Leonardo Picciani
Ministro do Esporte