Notícias

Notícias

Representantes indígenas se reúnem com a SNFDT para apresentar projeto de nova equipe de futebol

publicado: 09/05/2019 18h36, última modificação: 02/12/2019 18h47

O Secretário Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do torcedor, Ronaldo Lima, recebeu, nesta terça-feira (07.05), dirigentes da recém-criada Seleção de Futebol Indígena do Brasil e das Américas (SIFBA). A nova entidade, que tem por objetivo congregar os melhores jogadores de futebol das inúmeras etnias indígenas, buscou orientação da SNFDT para implementar sua infraestrutura e um calendário esportivo (nacional e internacional) para a equipe. 

Segundo o presidente da SIFBA, Vilson Francisco Terena, o futebol vem se difundindo largamente entre os povos indígenas, e há muitos anos contribui com excelentes jogadores para os grandes times do Brasil, do exterior e até da Seleção Brasileira. Entre os inúmeros exemplos, o de maior destaque fica com o saudoso Garrincha, descendente da tribo Fulni-ô, que foi tricampeão pelo Botafogo e bicampeão mundial pela Seleção, tendo atuado nas Copas de 1958, 1962 e 1966. Ainda segundo Terena, em alguns campeonatos locais já é possível constatar não só um maior número de times, como também a supremacia técnica de clubes formados exclusivamente por índios.

Entusiasta para o desenvolvimento do futebol e todas as suas modalidades, o secretário Ronaldo determinou a criação de uma comissão - formada por membros da SNFDT, da Funai e da SFIBA -, que será responsável inicialmente pela transferência de conhecimentos e depois pela avaliação e implementação do projeto. 

Adalberto Scigliano - Ministério da Cidadania