Notícias

Notícias

Secretário Décio Brasil visita estrutura da Vila Parapan-Americana em Lima

publicado: 22/08/2019 22h33, última modificação: 02/12/2019 18h47

O secretário especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Décio Brasil, conheceu nesta quinta-feira (22.08) a estrutura da Vila Parapan-Americana de Lima, no Peru. O chefe de missão e diretor técnico do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Alberto Martins da Costa, mostrou ao secretário o edifício que hospeda os 337 atletas brasileiros - incluindo 22 que não têm nenhum tipo de deficiência e atuam, por exemplo, como guias no atletismo e goleiros -, maior delegação entre os países que participam do Parapan de Lima.

A visita foi realizada após a cerimônia de hasteamento da Bandeira Nacional. Para o secretário Décio Brasil, que representou o governo brasileiro na cerimônia, a delegação tem mais uma oportunidade para mostrar a força do esporte paralímpico. “Nossas expectativas são muito positivas. Espero que, como aconteceu no Pan, o Brasil possa surpreender a todos com o resultado que vamos alcançar. Tenho a certeza de que a delegação brasileira está muito bem preparada. São 315 atletas que estarão disputando medalha. A Secretaria Especial do Esporte não poderia estar fora disso e por isso fiz questão de vir acompanhar porque tenho um carinho especial pelos atletas”, disse.

Além de entrar em alguns quartos e conferir a estrutura médica e de fisioterapia, Décio Brasil visitou o centro de lazer e conversou com atletas, como André Rocha, que vai disputar o arremesso de peso no atletismo. O secretário e André se conheceram nos Jogos Mundiais Militares de 2015, na Coreia do Sul – na época, o general Décio Brasil comandava o Centro de Capacitação Física do Exército (CCFEx), no Rio de Janeiro.

Secretário Décio Brasil durante visita à Vila dos atletas em Lima. Fotos: Paulo Rossi/Rededoesporte.gov.br


“Tenho ótimas memórias daquela competição. Fui o primeiro atleta paralímpico e o primeiro policial militar a ganhar uma medalha nos Jogos Mundiais Militares”, recorda o medalhista de prata na Coreia.

Paulo Rossi – Ministério da Cidadania, de Lima