Notícias

NOTÍCIAS

Secretário Marco Aurélio Araújo participa, em Salvador, do Fórum Nacional dos Secretários de Estado de Esportes

publicado: 12/12/2019 12h36, última modificação: 17/12/2019 18h05

Representantes de 17 unidades da Federação estiveram reunidos nesta terça-feira (22.10), em Salvador, no II Fórum Nacional dos Secretários de Estado de Esportes, evento que contou com a participação do secretário adjunto da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Marco Aurélio Araújo. Os estados de São Paulo, Acre, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins enviaram representantes.

 

Forum-salvador-700.jpg
Participantes do Fórum Nacional dos Secretários de Estado de Esportes, em Salvador. Foto: Luiz Roberto Magalhães/Ministério da Cidadania

 

Araújo apresentou aos participantes várias ações e programas do governo, como a Lei de Incentivo ao Esporte e o Bolsa Atleta, além do Município + Cidadão. Trata-se de uma iniciativa federal que tem como objetivo transformar a realidade de comunidades, principalmente as localizadas em áreas de maior vulnerabilidade, por meio da implantação de políticas públicas integradas nas áreas de esporte, cultura e desenvolvimento social, atuando em parcerias com prefeituras e governos estaduais.

 

Durante o fórum, diversos secretários também apresentaram programas e ações realizadas nos estados e debateram como as experiências em diferentes regiões do país podem ser compartilhadas de modo a fortalecer o sistema esportivo como um todo e o tornar mais produtivo e acessível no país.

 

Os gestores estaduais demonstraram ainda preocupação com o orçamento previsto para o esporte em 2020 e debateram ações que podem ser tomadas para sensibilizar parlamentares e também o Poder Executivo no sentido de que o orçamento do ano que vem não sofra cortes.

 

"Um encontro como este é muito interessante. Temos quase 20 estados sendo representados aqui. Em um país como o nosso, de proporções continentais, conhecer ideias e processos utilizados pelas secretarias estaduais nos ajuda a melhorar nossas políticas públicas em nível federal", elogiou Marco Aurélio Araújo.

 

forum2-salvador-700.jpg
O secretário Marco Aurélio Araújo, em palestra durante o Fórum de Secretários de Esportes em Salvador. Foto: Luiz Roberto Magalhães/Ministério da Cidadania

 

"Um encontro assim é uma grande troca de experiências. Nós estabelecemos objetivos muito parecidos e, para nós, do Governo Federal, é um prazer muito grande estar presente. Temos uma temática muito importante que é o esporte, uma ferramenta poderosa para a melhoria das condições de vida da nossa população. Eu senti aqui uma sinergia muito grande de todos e tornar o esporte cada vez mais acessível para os brasileiros só depende do nosso trabalho", continuou Araújo.

 

Secretário de Esporte do Estado de São Paulo e presidente do Fórum, Aildo Rodrigues Ferreira também ressaltou a relevância do encontro. "O mais importante disso tudo é que se trata de uma oportunidade única de discutirmos as políticas públicas para o esporte e somarmos forças. Unidos, aumentamos a nossa voz para buscar melhorar o orçamento para o esporte, melhorar os programas e melhorar o incentivo para o esporte como um todo. Esse é o objetivo do fórum. Essa é nossa segunda reunião e daqui vamos tirar uma pauta positiva", afirmou Aildo Ferreira.

 

Única mulher a representar um estado no encontro, Mariana Dantas, superintendente especial de Esporte de Sergipe e vice-presidente de relações institucionais do fórum, destacou a presença do secretário Marco Aurélio Araújo no evento em Salvador.

 

"Aqui, a gente consegue fazer uma troca valiosa de informações entre os estados. Muitas vezes, o problema de um estado também é o problema do outro e cada um apresenta soluções diferentes para aquela questão. A participação do Governo Federal é extremamente importante, porque a gente sabe que isso é uma cadeia. Estamos todos interligados e o estado sozinho não consegue fazer o fomento do esporte, assim como o Governo Federal também não. Então, esse fórum vem para somar forças e que a gente possa efetivamente levar lá para ponta a prática esportiva de lazer e a formação do cidadão pelo esporte", disse Mariana Dantas.

 

De Salvador, Luiz Roberto Magalhães – Ministério da Cidadania